Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida.

Contexto: O modelo agrícola adotado mundialmente, e exercido no Brasil com o nome de Agronegócio é fruto do processo histórico de transformações na agricultura vindos desde a Revolução verde, que com base na idéia de acabar com a fome no mundo transformou a produção de alimentos em um simples processo de acúmulo de riquezas para grandes corporações que atuam no ramo.

Tal processo se aprofundou no Brasil de forma a levar a produção agrícola a tornar-se dependente de um pacote agrícola do qual os venenos (agrotóxicos) são pilar fundamental. O agronegócio é incapaz de produzir comida sem a utilização de agrotóxicos em seus monocultivos, que degradam tanto o meio ambiente quanto a vida humana.

O Brasil nos últimos dois anos foi o campeão mundial em consumo de agrotóxicos, atingindo a marca média de mais de 5,2 kg de agrotóxicos por habitante. Tal mercado é dominado por empresas que atuam no ramo da produção e comercio de agrotóxicos, bem como de sementes e medicamentos. As seis maiores hoje são BASF, BAYER, MONSANTO, SYNGENTA, DuPont e Dow Agroscience.

O que é a campanha? Campanha é um esforço coletivo, assumido por um conjunto de organizações e pessoas de combater a utilização de agrotoxicos e a ação de suas empresas (produtoras e  comercializadoras) explicitando as contradições geradas pelo modelo de produção imposto pelo agronegócio.

Objetivos:

1- Construir um processo de conscientização na sociedade sobre o papel nocivo que cumpre os agrotóxicos, denunciando assim todos os seus efeitos degradantes na saúde, no meio ambiente, etc.

2- Combater com ações práticas (denuncias, processos jurídicos, etc.) as empresas que produzem e comercializam agrotóxicos.

3- Pautar na sociedade a necessidade de mudança do atual modelo agrícola que por sua vez produz comida envenenada, que prejudica tanto os trabalhadores rurais, quanto os consumidores destes alimentos.

4- Fazer da campanha um espaço de construção de unidade entre ambientalistas, camponeses, trabalhadores urbanos, consumidores de alimentos e todos aqueles que prezam pela produção de um alimento saudável que respeite ao meio ambiente.

5- Explicitar a necessidade e o potencial que o Brasil tem de produzir alimentos saudáveis, em convívio com o meio ambiente e para alimentar o povo trabalhador, com base em princípios agroecológicos que prezem pela vida.

Anúncios

Sobre miaraguaia

Mineira crescida em Goias com o sangue paraense. Vivendo (e amando viver) no quadradinho do DF. Quero mais viver o mundo.
Esse post foi publicado em Campanha, Mobilizações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s